Dez estratégias para a segurança de crianças no trânsito

Você sabia que para crianças e jovens de 15 a 17 anos não existe, no mundo, risco maior do que o trânsito?

Pois é o que afirma a Organização das Nações Unidas (ONU). Por isso, foi criado e distribuído globalmente o documento intitulado “Dez estratégias para a segurança de crianças no trânsito”.

A tabela abaixo ilustra esta alarmante estatística:

Causas-de-morte-criancas

As estratégias propostas pela ONU para reduzir os óbitos de menores de 18 anos podem gerar debates interessantes na sala de aula com seus estudantes, estimulando a reflexão crítica sobre o papel de cada ator dos sistemas viários, e o estímulo ao protagonismo dos jovens em relação ao seu próprio comportamento seguro.

No contexto de projetos didáticos transversais, a exploração destas estratégias pode conectar-se com os tópicos curriculares em áreas como a matemática, a física, a química, a geografia e a língua portuguesa.

Veja quais são, e tente identificar aqueles que estão diretamente ligados a atitudes e comportamentos, e portanto poderiam ser prevenidos por meio da educação para mobilidade:

1. Controlar a velocidade

2. Reduzir a direção sob efeito de bebida alcoólica

3. Garantir o uso obrigatório de capacetes em ciclistas e motociclistas

4. Usar mecanismos de retenção para crianças nos veículos

5. Desenvolver a habilidade das crianças para ver e serem vistas

6. Melhorar a estrutura viária

7. Adaptar o design dos veículos

8. Reduzir riscos para jovens condutores

9. Prover cuidados apropriados para crianças lesionadas

10. Supervisionar as crianças quando próximas das ruas

Quer saber mais? Baixe o documento, na íntegra e em português, diretamente do website da ONU:

10 ESTRATÉGIAS PARA A SEGURANÇA DE CRIANÇAS (PDF)

Quais destas estratégias você acredita que poderiam ser eficazmente implementadas por meio da educação para mobilidade? Compartilhe nos comentários abaixo!