4ª. Semana da ONU pela Segurança Viária aborda os limites de velocidade

  • Com a proximidade do Maio Amarelo, a Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou a 4ª. Semana Global pela Segurança Viária, com eventos e atividades ocorrendo em todo o mundo de 8 a 14 de maio de 2017.

Por meio da hashtag #slowdown, a 4ª. Semana enfoca a velocidade dos veículos nas vias, assunto que ganhou popularidade com as reduções – e, por vezes, aumentos – dos limites de velocidade das cidades brasileiras.

O objetivo da iniciativa é aumentar a compreensão sobre os perigos da velocidade, e fomentar ações pela adequação das velocidades para salvar vidas, contribuindo com a meta da Década pela Redução de acidentes fatais até 2020.

Segundo a ONU, velocidades altas nas vias contribuem com mais de 35% de todos os acidentes fatais no trânsito. Os especialistas da Organização das Nações Unidas sustentam que países bem-sucedidos na redução das mortes no trânsito priorizaram o gerenciamento correto dos limites de velocidade, incluindo estratégias como:

4a-Semana-ONU

Para os que quiserem conhecer melhor os estudos, fundamentações e argumentos que embasam esta campanha, recomendamos consultar o documento publicado pela própria ONU intitulado “Gestão da Velocidade – Um manual de segurança viária para gestores e profissionais da área”. Trata-se de uma fonte valiosa para utilização nos projetos didáticos sobre mobilidade com seus estudantes, e pode ser baixado diretamente do website da ONU, em português, por meio do link abaixo:

GESTÃO DE VELOCIDADE (PDF)

Caso esteja sem tempo de mergulhar nas mais de 170 páginas do documento, siga o resumo abaixo para ter uma ideia do conteúdo abordado:

“Gestão da Velocidade – Um manual de segurança viária para gestores e profissionais da área” (Resumo)

  • O risco de uma colisão e a probabilidade de lesões graves, em consequência desse evento, aumentam com a velocidade maior do veículo.
  • Reduzir os limites de velocidade diminui a taxa de colisões, lesões graves e mortes.
  • A maioria dos usuários desprotegidos sobrevive quando atropelados por um veículo transitando a 30 km/h ou menos.
  • A maioria dos usuários desprotegidos morrem quando atropelados por um veículo transitando a 50 km/h.
  • O excesso de velocidade é um grave problema de segurança no trânsito em muitos países, contribuindo em pelo menos um terço de todas as lesões causadas pelo trânsito, e constitui um fator agravante em quase todos esses eventos.
  • Limites de velocidade de 30 km/h deveriam ser fixados para os trechos de vias onde há muito movimento de pedestres ao longo da via e atravessando a via, sem separação adequada.
  • Os modelos estatísticos da ONU estimam a variação percentual nos riscos como resultado de uma variação percentual na velocidade média (mudança relativa de velocidade). Por exemplo, um aumento de 5% na velocidade média leva a um aumento de cerca de 10% nas colisões com lesões e de 20% nas colisões fatais.
  • O objetivo de um sistema viário seguro é alcançar um sistema de transporte viário que permite o erro humano sem que esse leve à morte ou a lesões graves.
  • A gestão da velocidade é a parte central de um sistema seguro. Ele consiste em estabelecer e fiscalizar limites de velocidade adequados, mas visa também convencer os condutores a escolher velocidades adequadas às circunstâncias existentes, através da educação e da propaganda; defende também o uso seletivo de soluções de engenharia.
  • Sem um compromisso público forte e contínuo por parte do governo na aplicação firme de limites de velocidades na rede viária, os programas de controle de velocidade não conseguirão muita eficácia.

O website oficial da 4ª. Semana Global pela Segurança Viária está disponível em inglês e espanhol, nos links abaixo:

INGLÊS: https://www.unroadsafetyweek.org/en/home

ESPANHOL: https://www.unroadsafetyweek.org/es/home

 E você? O que acha dos limites de velocidade de sua cidade? Participe e compartilhe nos comentários abaixo. (nas redes sociais, utilize #slowdown)